IPTU São Paulo SP: consulta e segunda via de boleto

Com a chegada de mais um ano já é hora de se preparar para o pagamento do IPTU São Paulo SP. Apesar de que muitos contribuintes não saibam, é possível obter descontos no pagamento e até mesmo isenção do imposto.

Então, a melhor forma de se preparar para o IPTU de SP é se informando abaixo, onde será possível conhecer as principais e mais buscadas regras sobre o imposto.

Como funciona o IPTU?

IPTU São Paulo - SP

Em resumo, todo início de ano a Prefeitura de São Paulo envia para os proprietários de imóveis na cidade o lançamento do IPTU. No documento, que aliás também pode ser emitido pela internet, constam todas as informações de cálculo, prazos, formas de pagamento e descontos. Entretanto, podem restar dúvidas sobre o imposto, e o contribuinte pode encontrar as respostas facilmente a seguir.

Com os recursos arrecadados com o IPTU a Prefeitura tem uma importante receita que pode ser utilizada não somente no que se relaciona com as propriedades, mas também com outras áreas, como educação e saúde, por exemplo.

Cálculo do Valor do IPTU São Paulo SP

O cálculo do IPTU São Paulo SP leva em consideração o valor venal do imóvel, isto é, seu valor de mercado. Em seguida, para cada um destes valores é aplicada uma alíquota, determinada por leis municipais vigentes à época.

Para que seja definido o valor do imóvel são consideradas as suas características, como localização, tamanho, qualidade de acabamento, finalidade (moradia ou comércio), entre outras.

Alíquotas do IPTU SP

De acordo com a Prefeitura as alíquotas atualmente são de 1,00% para imóveis com finalidade residencial e de 1,50% para outros imóveis, como terrenos e comércios.

Tanto os valores das alíquotas quanto dos imóveis podem ser consultados no lançamento enviado às residências no início do ano. Além disso, quem preferir poderá localizar estas informações na consulta do IPTU de São Paulo, conforme mostraremos a seguir.

Isenção do IPTU em São Paulo SP, quem tem direito?

De acordo com a legislação municipal, aposentados e pensionistas com renda vitalícia do INSS e beneficiários do Programa de Amparo Social ao Idoso podem requerer a isenção do pagamento do IPTU SP, desde que atendam aos requisitos estabelecidos. As regras são:

  • Não possuir outro imóvel no município.
  • Utilizar o seu único imóvel como residência.
  • Renda mensal de até três salários mínimos para isenção total ou de até cinco salários mínimos para isenção parcial.
  • O valor venal do imóvel deve estar dentro do estabelecido para o exercício, divulgado anualmente pela Prefeitura.

Aqueles que atenderem a estas regras podem requerer o benefício nas Praças de Atendimento das Subprefeituras, Unidades do Descomplica ou no Centro de Atendimento da Fazenda Municipal. No entanto o atendimento está sujeito ao prévio agendamento, que pode ser realizado no site (CAF), mediante agendamento prévio, pelo site ou aplicativo “Agendamento Eletrônico”.

Como pagar o IPTU

No início do ano serão encaminhadas as notificações de lançamento do imposto, bem como a opção de pagamento em cota única com desconto ou a primeira parcela. Posteriormente, quem fez a opção de pagamento da parcela receberá mais uma correspondência, com todos os vencimentos. Já quem pagou à vista obviamente não receberá mais nenhuma notificação.

Onde pagar o boleto do IPTU São Paulo?

São várias as formas de pagamento, a saber:

Débito Automático

Quem já tinha esta opção de pagamento em anos anteriores continuará sendo cobrado na conta corrente. Para que esta opção seja cadastrada o contribuinte deve realizar a autorização junto de um dos bancos credenciados, onde deve possuir conta corrente ativa.

Pagamento com boleto

Se a opção for pagar com desconto, basta pagar o boleto recebido no início do ano. O mesmo vale para as parcelas: primeiramente deve-se pagar a primeira, e depois aguardar o recebimento das demais e realizar os pagamentos nos respectivos vencimentos.

Pagamento sem boleto

É possível pagar o IPTU de São Paulo nos terminais de autoatendimento ou pelo internet banking dos bancos conveniados. Dessa forma, não é preciso ter em mãos qualquer boleto, pois basta informar o número de cadastro do imóvel (que pode ser obtido nas notificações do IPTU).

Bancos Conveniados

  • Banco do Brasil
  • Santander
  • Bradesco
  • Itaú
  • Caixa Econômica Federal
  • Safra
  • Banco Pan
  • Rendimento
  • Daycoval
  • Bancoob
  • Banco Inter
  • Original

Desconto no IPTU – Cota Única e Vencimentos das Parcelas

IPTU São Paulo

A Prefeitura oferece desconto para quem pagar o boleto recebido com a opção de cota única. As informações de datas e percentuais de desconto já constam no boleto.

Os vencimentos, aliás, ocorrem em datas escolhidas previamente pelos contribuintes. Para aqueles que não escolheram uma data base de pagamento a própria Prefeitura estabeleceu o dia de vencimento.

IPTU São Paulo SP atrasado – como pagar?

Primeiramente é preciso lembrar que o atraso automaticamente faz com que o contribuinte perca os descontos disponíveis.

Além disso, será acrescida multa de 0,33% ao dia, até atingir o limite de 20%. A partir do mês seguinte ao vencimento, também passam a incidir atualização monetária (com base no IPCA) e juros de 1% ao mês.

Embora o contribuinte tenha estes acréscimos e perca o desconto oferecido, pelo menos poderá fazer o pagamento facilmente, das mesmas formas listadas acima: sem boleto, nos canais de autoatendimento. No entanto, para pagar com o boleto é preciso emitir uma 2ª Via com o valor atualizado.

Consulta do IPTU São Paulo SP – Imprimir Segunda Via

Seguindo os passos abaixo o contribuinte poderá emitir a 2ª Via do IPTU SP facilmente, além de obter maiores informações do imposto e realizar a consulta.

  • Em primeiro lugar acesse o site oficial do IPTU de SP.
  • Em seguida escolha o serviço, como “Emissão de 2ª Via”.
  • Por fim, como na imagem abaixo, informe os dados solicitados para concluir o serviço.

IPTU São Paulo - SP Consulta

Atendimento para o IPTU SP

Embora a maioria dos serviços seja disponibilizada por meios digitais, os contribuintes que necessitarem de atendimento presencial ou telefônico poderão obtê-lo com facilidade.

A Central Telefônica, por exemplo, através do 156, oferece atendimento 24 horas por dia e 7 dias por semana, tirando dúvidas dos contribuintes.

Além disso, nas Subprefeituras e Centro de Atendimento da Fazenda Municipal será possível obter atendimento mediante agendamento eletrônico, conforme locais e links abaixo.

  • Link para agendamento: Clique para agendar seu atendimento.
  • Lista de todos os locais de atendimento e telefones: Subprefeituras.
Compartilhe com seus amigos:
error: