IPTU DF – Distrito Federal: Consulta Parcela e 2 Via Fazenda

Na capital do país os contribuintes podem pagar o IPTU DF em parcelas ou também em cota única, ao mesmo tempo obtendo descontos.

Se você possui um imóvel em Brasília poderá abaixo conferir informações muito úteis para auxiliar o correto pagamento do IPTU.

Sobre o IPTU DF

IPTU DF

Todos os anos, normalmente no último trimestre, a Secretaria de Fazenda do DF define e divulga regras para o IPTU do ano seguinte, da mesma forma como faz com o IPVA, que é o imposto sobre veículos.

Contudo, como o IPTU DF é regulamentado por leis, que raramente sofrem alterações, são poucas as mudanças entre um ano e outro.

Como funciona o cálculo do IPTU? Valor Venal e Alíquotas

Para que seja calculado o valor do IPTU é necessário multiplicar o valor venal do imóvel pela sua alíquota correspondente.

O valor venal é definido como o valor de venda do imóvel em condições normais de mercado e é calculado todo ano pela SEF DF.

Por outro lado, as alíquotas são determinadas por lei e variam de acordo com as características dos imóveis. Elas são de:

  • 3% Para imóveis não edificados
  • 1% Para imóveis não residenciais edificados
  • 0,30% Para imóveis edificados com fins exclusivamente residenciais

Não concordou com o valor? Peça Revisão do IPTU DF!

O contribuinte que discordar do valor calculado do imposto para o seu imóvel poderá solicitar revisão. A solicitação, no entanto, deverá ser efetuada somente de forma online, no Atendimento Virtual, assunto “IPTU/TLP” e tipo de atendimento “Reclamação contra lançamento – Serviço”.

Embora a intenção do contribuinte seja obviamente reduzir o valor do IPTU, ele poderá também aumentar, se for constatado que na verdade o valor fora lançado a menor pela Fazenda.

Quem pode ter isenção do IPTU DF?

Entre os casos passíveis de isenção do IPTU, o principal é para idosos com mais de sessenta anos desde que atendam a alguns requisitos, a saber:

  • Imóvel com até 120 m² (cento e vinte metros quadrados) de área construída.
  • Idoso deve ser aposentado ou pensionista.
  • Deve ter renda mensal de no máximo dois salários mínimos.
  • O imóvel em questão deve ser o utilizado para residência e também o único em nome do contribuinte.

Pagamento do IPTU

Será possível pagar o imposto à vista ou parcelado. Quem preferir pagar em cota única, o vencimento será na mesma data da primeira parcela.

Para o pagamento em cota única (à vista) o contribuinte terá direito a desconto, desde que não possua débitos com o município.

Por outro lado, o pagamento parcelado e à vista para quem esteja inadimplente no DF não dá direito a descontos.

Importante: Não se preocupe com os prazos e descontos, pois todas estas informações já constam no boleto do IPTU recebido em casa ou gerado pela internet. A seguir vamos mostrar como emitir a Segunda Via.

Onde pagar o IPTU?

Toda a rede bancária credenciada/conveniada com o Governo do DF está apta a receber os valores, seja de cota única ou das parcelas mensais. Entre os bancos estão:

  • Banco do Brasil
  • Itaú Unibanco
  • Bradesco
  • Caixa Econômica Federal
  • Santander

Todos os correspondentes destas instituições também receberão os boletos. Além disso, pelo autoatendimento é possível realizar o pagamento.

Consultar o IPTU DF

Os valores e outras informações desejadas pelo contribuinte podem ser consultados no endereço eletrônico da Secretaria de Fazenda. Veja o passo a passo abaixo:

  • Primeiramente acesse o Portal da SEF DF.
  • E seguida você pode buscar por “IPTU” no campo de busca ou clicar em “Cidadão – Serviços para Pessoa Física”, como na imagem abaixo.

  • Posteriormente, acesse a opção “IPTU”.
  • Por fim, acesse a opção “Pagamentos – Emissão 2ª via – IPTU/TLP”. Informe o número do cadastro imobiliário e pesquise.

A inscrição do imóvel pode ser obtida nos carnês de IPTU de exercícios anteriores. Caso o interessado não possua, será necessário atendimento presencial, nos endereços no final deste artigo.

Como emitir a 2ª Via do Boleto IPTU DF

Embora os carnês sejam entregues pelos Correios com antecedência aos vencimentos das parcelas, pode ocorrer algum problema no recebimento ou até mesmo perda dos boletos.

Dessa forma, o contribuinte pode emitir a 2 Via no mesmo passo a passo da consulta, bastando fazer o download da guia e sua impressão. Por fim, basta se dirigir a um dos postos de recebimento credenciados ou pagar pelos meios digitais.

Endereço e Telefone para Atendimento

Em caso de dúvidas ou necessidade de atendimento presencial será possível obter os serviços relacionados ao IPTU nos endereços e telefones abaixo:

  • Ligar para a Central 156: discar “156” e selecione a opção “3” / Secretaria de Fazenda do DF. Para ligações interurbanas o telefone é 0800 644 0156. O serviço está disponível igualmente nos dois telefones de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, exceto feriados.
  • Agências de Atendimento, que funcionam de segunda a sexta-feira, de 12h30 às 18h30 (exceto sábado, domingo e feriados).

Asa Norte:

Agência Brasília

SEPN 513 – Bloco D – Loja 38 – 70760524

Ceilândia:

Agência Ceilândia

CNN 01, Bloco B – Avenida Hélio Prates – 72225502

Gama:

Agência Gama

Quadra 01, Área Especial, Lote Único – Setor Central – 72405610

Núcleo Bandeirante:

Agência de Recuperação de Crédito (09h30 a 18h30, somente Autoatendimento)

Praça Padre Roque, 3ª Avenida, Projeção 6 – 71715062

Planaltina:

Agência Planaltina

SHD, Bloco C – 73310200

SIA:

Agência SIA

SIA – SAPS – Trecho 01 – Lote H (Próximo à CAESB – EPTG) – 71200010

Taguatinga:

Agência Taguatinga

CNA – Área Especial S/Nº – Praça Santos Dumont – 72110035

Compartilhe com seus amigos:
error: